Como Funciona a Wallet - Parte 2


Entendemos no post anterior que para receber Bitcoin de alguém você vai ter de passar uma chave pública para essa pessoa. Também deixamos a ideia que a chave pública estaria para a transação de Bitcoin como o endereço de email estaria para o envio de e_mails ou seja, é o que permite identificar para onde queremos que vá o que estamos enviando.

No entanto o exemplo do endereço de email utilizado é bastante redutor e serviu só para dar uma ideia e facilitar o entendimento. Ao contrário do endereço de email que é único, as chaves públicas podem ser infinitas em cada carteira. Vamos lá exemplificar: Você fez uma venda ou prestou um serviço a alguém que está no Japão e enviou a ele uma chave pública para que essa pessoa lhe possa fazer o pagamento. Entretanto imagine que você tem também um recebimento de alguém dos Estados Unidos. Você pode enviar uma chave pública para a pessoa do Japão e outra chave pública diferente para os Estados Unidos. Isto significa que idealmente você deve gerar uma chave nova para cada transação. Provavelmente quando você transfere Bitcoin para alguém, a chave que essa pessoa lhe enviou terá sido criada só para você.

Certamente você está a pensar que será mais fácil usar sempre a mesma chave pública para receber Bitcoin na sua carteira. Na verdade criar as chaves é muito simples e é vantajoso por questões de privacidade utilizar uma nova chave a cada transação. Se estiver utilizando sempre a mesma chave com o tempo irá ficar mais fácil descobrir que uma determinada chave se refere à mesma pessoa. Importa destacar que a nível de segurança não tem qualquer problema você utilizar sempre a mesma chave. Não é por utilizar sempre a mesma chave que vai ser possível a algum hacker descobrir a chave privada da sua carteira.

Agora que falamos das chaves públicas, vamos falar da chave privada. É a essa chave que cada carteira específica dá acesso no Blockchain. A chave privada é como se fosse o saldo de Bitcoin que você tem. Basicamente é o identificador da da sua carteira em toda a rede. A chave privada NUNCA mas NUNCA deve ser fornecida a ninguém.

Sabemos que isto de ter muitas chaves públicas pode ser algo confuso. No próximo post vamos mostrar o tão fácil que é a geração das chaves dentro da carteira e o que você vai encontrar dentro da carteira. É muito simples na verdade.

PS; Na nossa página Ligações poderá encontrar alguns sites para criar carteira "Wallet"e uma breve explicação das suas características nomeadamente os testados por nós.

#wallet #chavepública #Blockchain #chaveprivada #carteira

223 visualizações

Escolha a forma de pagamento mais conveniente e clique no botão.