O que é Mineração de Bitcoin

Atualizado: 31 de Dez de 2019


O tempo da leitura atenta deste texto é de uns 10 minutos (ou um pouco mais). Mas prometemos que no final você vai finalmente entender o que é mineração de Bitcoin e mineração de cryptomoedas em geral. Ficará mais fácil se você ler primeiramente os posts, "O que é Bitcoin" e "O que é uma carteira", por essa ordem.

E mesmo que você até já conheça sobre o assunto, por certo vai achar esse texto bem interessante e cheio de coisas que você nem sabia. Quer apostar?

Mineração de Bitcoin | Bitcoin Mining

Você provavelmente já ouviu falar que os Bitcoins são "gerados" usando computadores muito poderosos, resolvendo equações matemáticas muito complicadas. Você também pode ter lido que o Bitcoin é uma rede de computadores que mantêm um "Blockchain". Como sempre vamos descomplicar este assunto em Português simples.

O Blockchain do Bitcoin é o livro público que é como "o livro de histórico das transações da Bitcoin". Todas as transações de Bitcoin já feitas desde que o Bitcoin existe, foram escritas e registadas nele.

E isto é realmente importante já que mostra exatamente quantos Bitcoins cada "conta bitcoin" ou endereço possui ou já possuiu. Confiar neste livro é o que faz o Bitcoin funcionar.

Lembre-se que o Bitcoin não possui uma autoridade central que possa aprovar este livro de história, o que significa que qualquer um pode escrever.

Então, como você pode ter um livro de histórico confiável que qualquer um pode escrever e ninguém aprova? Isso pode levar a muitas versões diferentes deste livro e poderemos não saber qual é o correto.

Talvez precisemos de algum tipo de sistema de votação para garantir que todos possamos concordar com a versão "correta" do livro de histórico e garantir que as pessoas mal intencionadas não possam lucrar com a confusão.

Mas os sistemas de votação são necessariamente identificáveis ​​e centralizados - é preciso que haja uma autoridade central que use a identificação e determine quem tem o direito de votar. Mas com o Bitcoin o ponto importante é a não existência de qualquer autoridade central.

Portanto, esse sistema de votação precisa permitir que todos participem, mas ainda assim proteja de pessoas mal intencionadas e oportunistas.

Como resolver isso?

Isso faz-se através da mineração!

Em poucas palavras, o protocolo Bitcoin concede novos Bitcoins sempre que alguém adiciona uma nova página de transações ao livro de histórico, também conhecido como adicionar um bloco ao Blockchain. No entanto, isso exige que você tenha poder computacional para fazer isso.

Oi, o quê? Que é isso de "poder computacional" e por que é necessário?

Existe uma maneira matemática de provar que você tirou dados, como uma página em um livro de histórico e executou alguns cálculos sobre isso. Esse poder computacional custa tempo e eletricidade ou seja, dinheiro.

O protocolo diz que, se houver duas versões em conflito do Blockchain, aquele com o maior poder de computação "ganha".

Por outras palavras, as regras são assim: custa dinheiro para escrever uma nova página no livro de histórico. Se todos concordarem em adicionar a sua página ao livro de histórico, você receberá o pagamento pelo seu trabalho. Mas se eles não concordam em adicionar a página, então você apenas desperdiçou dinheiro para escrevê-lo.

Isso garante que todos os que escrevem este livro de histórico tentam sempre concordar uns com os outros, a fim de não desperdiçar dinheiro, porque é simplesmente muito caro escrever versões falsas que acabarão sendo descartadas de uma maneira ou de outra.

Basicamente é como se você escrevesse em uma página de um livro razão dizendo que você tinha uma quantia em dinheiro e depois tentasse colocar a página no livro. O problema é que o mesmo livro está em milhares de lugares diferentes e todo o mundo ia ver que sua página não estava certa.

Isto é essencialmente o que a mineração Bitcoin é.

Isso pode soar como uma maneira estranha de resolver o problema, mas realmente faz muito sentido. Os mineradores precisam investir dinheiro na mineração como uma espécie de garantia, e eles recuperam seu dinheiro em Bitcoins se sua mineração for boa para a rede.

Como os mineradores são pagos em bitcoins recém-emitidos, é uma espécie de custo que todos os detentores de Bitcoin pagam sob a forma de inflação, a fim de assegurar a rede e assegurar que o livro de histórico seja exato.

Este modelo resolve dois problemas:

  1. descentraliza a confiança no livro razão, assim: não precisemos de uma autoridade central,

  2. permite que o protocolo crie e distribua de maneira justa todos os bitcoins, em vez de irem todos para o inventor/programador do Bitcoin.

Uma das principais perguntas sobre Bitcoin: Como as moedas são criadas?

Mais uma vez, eles não são criados de uma só vez pelo inventor. Aliás, isso seria injusto.

Em vez disso, elas são criadas lentamente ao longo do tempo, pagas a todos aqueles que participam no processamento de blocos de transações e adicionando-os ao Blockchain. O processo de criação dos novos Bitcoin foram claramente definidos antecipadamente: 50 moedas por cada bloco de transações que é adicionado à cadeia de blocos (que leva aproximadamente 10 minutos).

Este número cai para metade a cada 210.000 blocos (aproximadamente 4 anos), para um limite total de 21 milhões de moedas.

No momento que escrevo este post cerca de 17 mihões de Bitcoin já foram minerados e desde 2014 que cada bloco paga uma recompensa de 25 Bitcoins. Quando atingirmos o bloco 420.000 a recompensa passará a ser de 12,5 Bitcoins.

Provavelmente você está a pensar que os mineradores têm todo o poder no controle do Bitcoin porque estão escrevendo a história, mas a realidade é bem diferente.

Na realidade, toda vez que você usa uma carteira Bitcoin, você está lendo todo o Blockchain e verificando todas as informações, incluindo a criptografia, o poder computacional e mais importante, a criação de novos Bitcoins.

Então, mas qual a importância de se estar sempre lendo todas as informações?

Bem, se alguma coisa está fora do lugar ou é ilegítima, você joga fora e encontra uma versão do Blockchain que segue as regras. Isso seria devastador para os mineradores porque custou muito dinheiro para escrever essa versão e é isso que explica por que os mineradores seguem as regras.

Essas regras são conhecidas como "O Protocolo", e elas funcionam porque as pessoas concordam com elas e depois verificam-nas.

E agora a grande pergunta?

EU DEVERIA ESTAR MINERANDO BITCOINS?

RESPOSTA RÁPIDA:

Você provavelmente não deveria estar minando Bitcoins.

Não é de forma alguma "dinheiro fácil" ou qualquer forma de lucro garantido.

Mas se ainda assim você ficou curioso, vamos espreitar os mineradores.

Um minerador é um computador que administra o algoritmo de mineração e está fazendo a mineração real. A pessoa que possui o computador também é chamada de mineira. Quando você ouve a palavra mineração, pode significar o computador, a pessoa ou ambos, dependendo do contexto.

Então, o que um minerador faz?

Bem, os mineradores pegam as transações que ainda não foram processadas e as juntam em um bloco (a nova página do livro) - essa é a nova página que estamos adicionando ao livro de histórico.

Por exemplo: Quando você envia Bitcoin a alguém imagine que esse movimento fica no ar a flutuar. Aí um minerador pega nela, verifica se está correta e a vai colocar em um bloco. Para a colocar em um bloco ele tem de resolver o problema matemático que lhe permite encontrar o bloco. O primeiro a encontrar o bloco e a validar a transacão recebe o prémio.

Lembra que dissemos que precisa poder computacional?

O minerador precisa executar alguns cálculos nesse bloco, e esses cálculos têm uma dificuldade que leva tempo para ser concluída. Essa dificuldade é auto-ajustável para que os blocos sejam completados uma vez a cada dez minutos em média, mas é bastante aleatório.

E então, o que acontece é uma espécie de mega-sena, onde todos os mineiros estão tentando completar esses cálculos até que um deles seja bem sucedido. Aquele que consegue obtém a "recompensa" de novas moedas concedidas a partir do protocolo.

Toda vez que um bloco de transações é completado e adicionado à cadeia, todos os mineradores começam a trabalhar no próximo bloco. Claro, quanto mais rápido for seu computador, mais provável será resolver os cálculos primeiro. Mas lembre-se, você só obtém uma quantidade finita de Bitcoins por bloco, por isso não vale a pena investir em todos os computadores do mundo apenas para resolver esse algoritmo.

Para resumir, o protocolo Bitcoin paga ás pessoas para investirem o poder computacional no Blockchain, mas não promete lucro.

A mineração é um jogo de soma zero, o que significa que, para todas as pessoas que obtiveram lucro, há pessoas que têm perdas.

Por isso, por causa deste jogo de soma nula, se você está pensando em se tornar um minerador e comprar equipamentos de mineração, você precisa ser melhor do que a competição e isso exige muita pesquisa e recursos.

No início do Bitcoin havia tão poucos mineradores que a dificuldade era baixa o suficiente para que essas poucas pessoas pudessem encontrar um bloco.

E assim, eles usaram seus laptops e desktops para minerar bitcoins. Ninguém fez isso de forma competitiva porque os Bitcoins valiam quase nada. No entanto, à medida que o valor do Bitcoin começou a aumentar, outras pessoas perceberam que poderiam minerar Bitcoins e ganhar dinheiro com isso.

Mais mineradores se juntaram à festa, a dificuldade se ajustou e ficou mais difícil encontrar blocos. Assim, à medida que a rede Bitcoin ganhou mais poder de mineração, a dificuldade aumentou até chegarmos aos dias de hoje onde só super computadores estão no negócio.

Normalmente as pessoas tendem a preferir uma renda estável e não bilhetes de mega-sena, e então surgiu uma nova ideia: pools de mineração.

E o que são pools de mineração?

Um grupo de mineradores junta-se para encontrar blocos e quando um deles encontra um bloco, dividem a recompensa entre todos no grupo.

Na verdade obtêm o mesmo lucro, mas é muito mais estável e menos aleatório.

Ao mesmo tempo, as pessoas perceberam que computadores mais rápidos gerariam mais Bitcoins do que computadores mais lentos. Em vez de usar processadores de computador comuns, as pessoas começaram a usar processadores de cartões gráficos e FPGAs, só para obter capacidades de mineração mais poderosas.

Mas é claro, a dificuldade continuou a aumentar e os mineradores ASIC apareceram.

ASIC significa Circuito Integrado Específico da Aplicação. Estes são computadores que são projetados especificamente para minerar Bitcoins e eles são muito bons nisso. Hoje em dia, a mineração de Bitcoin lucrativa é feita apenas com mineradores ASIC.

Lembre no entanto que o protocolo continua gerando bitcoins na mesma taxa e ainda é um jogo de soma zero. Então computadores mais rápidos receberão uma parcela maior do bolo e os computadores mais lentos receberão uma parte menor, mas o tamanho do bolo é sempre igual.

Algumas linhas sobre a "mineração em nuvem".

Isso significa que, em vez de comprar um minerador e executá-lo, você aluga o poder de mineração de empresas que afirmam possuir grandes "fazendas" de mineração e querem diversificar seus fluxos de renda.

Embora isso possa, em teoria, ser mais barato e mais eficiente, muitos desses serviços são bastante obscuros e é muito difícil verificar se você está recebendo o serviço que você está pagando. Se você não é um especialista, uma boa regra geral é ser céptico com esses serviços. Na verdade a grande maioria de anúncios de mineração na nuvem que você vê na Internet não passam de esquemas. CUIDADO!

A mineração de Bitcoin é um campo muito técnico e uma indústria muito competitiva. O inventor do Bitcoin conseguiu projetar um sistema que oferece a todos uma chance justa de fazer parte de cada passo, e é isso que é tão inovador quanto ao Bitcoin.

No entanto, algumas pessoas acreditam que a mineração Bitcoin é ruim porque é um desperdício de eletricidade.

Mas o que é certo é que não usar mineração requer usar sistemas que dependam das autoridades centrais e da confiança.

Existem muitos custos associados com os serviços financeiros tradicionais, como o risco de contraparte e todas as infra-estruturas, tais como imóveis, serviços humanos e claro, os milhões de computadores que são necessários de qualquer maneira.

Bitcoin não faz mágica e não remove os custos. Esses são simplesmente custos diferentes para um sistema diferente. Os custos da mineração são os custos de criação desse sistema sem uma autoridade central confiável.

Eu apoio e você?

Este post foi escrito com muito amor e com o conhecimento de centenas de horas de estudo. Por favor partilhe!

Também fizemos adaptações de texto de 99bitcoins.com

#mineração #Bitcoin

0 visualização

CNPJ: 37.932.004/0001-18

Rua Conceição, 233, sala 916. Centro.

Campinas, São Paulo - Brasil

contato@aprendersobrebitcoin.com