Trader ou investidor? Qual é melhor?


Muita gente acha que ser investidor e trader são as mesmas coisas, mas isso não é verdade. Você pode ser os dois se quiser, mas cada um tem uma função específica.

O investidor é aquele cara que separa uma quantia de seu dinheiro para seus objetivos de curto, médio e longo prazo, mas principalmente de longo prazo. Por isso, ele vai aplicando seu capital em um ou vários investimentos. Ele investe naquilo que acredita que vai valorizar no futuro. Às vezes, além da valorização futura, há investimentos em que o investidor recebe juros e dividendos.

O trader não deixa seu dinheiro investido. Ele está sempre movimentando seu capital para se aproveitar das oscilações do mercado. A meta é receber uma quantidade de dinheiro em pouco tempo, e quando falo em pouco tempo, me refiro em um dia, uma semana, ou em um mês.

A imagem acima se refere ao Bull e Bear que acontece com os preços de ativos negociados na bolsa. Os termos foram emprestados para o universo cripto também e você pode encontrar seus significados aqui, no cripto glossário.

Semelhanças entre investidor e trader

  • Ambos apostam na valorização do ativo;

  • Tentam fazer o dinheiro trabalhar para eles, ou seja, fazer dinheiro com dinheiro;

  • Obtém lucro através do aumento do preço do ativo que compram;

  • Ambos saem perdendo se um ativo desvalorizar e nunca mais superar o preço pelo qual foi adquirido;

  • Devem declarar Imposto de Renda seguindo suas normas regulamentadoras.

Principais diferenças entre investidor e trader

  • O investidor deixa seu dinheiro aplicado por meses, anos, décadas;

  • O trader movimenta dinheiro o tempo todo, fazendo negociações diárias ou semanais;

  • O investidor fica preocupado se o valor de sua ação começa a cair, pois pode fazer com que ele perca dinheiro;

  • O trader vê uma oportunidade na queda de preço de um ativo. Se o preço cai, ele pode comprar um bitcoin, por exemplo, por um preço baixo e vendê-lo mais caro quando seu valor subir;

  • O investidor tem a opção de aplicar dinheiro em um investimento que após algum tempo, lhe pague juros por ter “emprestado dinheiro” e os dividendos, que são os lucros daquele investimento;

  • O trader não tem essas vantagens. A origem de seu lucro é exclusivamente a oscilação do valor do ativo.

  • O investidor tem foco maior em investimentos mais seguros, renda fixa, um perfil um pouco mais conservador;

  • O trader faz apostas altas em investimentos de alto risco.

  • Dificilmente o investidor recebe um lucro muito maior do que o previsto. A maioria dos investimentos já possui uma % de juros e dividendos que serão distribuídos após um determinado tempo;

  • O trader pode receber muito mais dinheiro do que imagina, pois tudo depende de quanto o índice do ativo irá subir;

  • O investidor só precisa aplicar seu dinheiro e deixar o juros sobre juros ir trabalhando. Investidores mais avançados acompanham os índices e notícias dos investimentos onde aplicam seu capital;

  • O trader fica boa parte do tempo analisando gráficos e tentando fazer previsões, buscando o melhor horário para vender ou comprar seus ativos;

  • Sendo investidor, existe mais segurança financeira, pois não há tanta volatilidade no mercado. Por exemplo um investidor em fundos imobiliários ou em imóveis: dificilmente sairá no prejuízo. O Tesouro Direto é um outro investimento seguro, que rende mais que a poupança e tem a cobertura do Tesouro Nacional;

  • O trader corre muito mais risco de perder dinheiro devido à volatilidade das ações. Em algum momento, pode ser que a queda de preço de uma criptomoeda (por exemplo), caia. Assim, o trader vê uma oportunidade de comprar milhares de reais na moeda, esperando que a mesma valorize. E se ela não valorizar? E se essa moeda tiver seu valor reduzido e não voltar a subir?

Qual é melhor?

Depende.

Existe uma série de fatores que devem ser levados em consideração. Seu perfil é mais conservador ou mais ousado?

Você pode fazer um teste de perfil no Internet Banking do seu banco, sabia? Ou em qualquer outra corretora de ações e investimentos. O investidor tem um perfil mais puxado para o conservador. O trader trabalha com alto risco.

Você pode ser os dois! Estudos apontam que 30% dos seus ganhos devem ser separados para investimentos de curto, médio e longo prazo. Esses 30% você pode usar como quiser, por exemplo, usar 15% para investir em renda fixa, que é um investimento mais seguro onde você não corre o risco de perder grana. Os outros 15%, utilizar como trader.

Para ser trader

  • Leve em consideração a idade. Quanto mais novo você for, melhor para fazer investimentos de alto risco. Isso porque se você acabar perdendo tudo, ainda terá muito tempo para se recuperar financeiramente;

  • Saiba investir. Não adianta nada querer começar como trader sem saber o mínimo sobre investimento;

  • Pense se não é melhor ter um fundo de emergência antes. Uma boa ideia é ter um valor equivalente a 6 meses do seu custo de vida aplicados em um investimento seguro. Este fundo de emergência pode ser usado para cobrir danos financeiros caso você perca dinheiro no trade, ou te ajudar se de repente você perder seu emprego;

  • Você está disposto a perder dinheiro? Trader tem que ter sangue frio. Não é fácil ver seu dinheiro indo por água abaixo. São altos e baixos: um dia você ganha uma fortuna, no outro, perde;

  • Você sabe analisar gráficos? Nada funciona apenas no ~feeling~, o trader se baseia em gráficos para tomar decisões;

  • Trader precisa de tempo. Não é fácil analisar gráficos e esperar os melhores momentos para comprar e vender seus ativos. O trader é um usuário extremamente ativo nas negociações.

Para ser investidor

  • Não espere sobrar dinheiro do seu salário para poder investir. O bom investidor sabe organizar sua renda e separar uma quantia todo mês para investir;

  • Tenha metas e objetivos para curto, médio e longo prazo. Respectivamente se referem a menos de 2 anos, até 5 anos e mais de 5 anos. Nessas metas é preciso incluir aposentadoria, pois quanto antes começar a poupar, menos preocupação na hora de se aposentar!;

  • Conheça o mercado. Diversifique seus investimentos, pois há inúmeras aplicações que o mercado pode te oferecer. Quando um investimento não vai bem, algum outro vai bem até demais, compensando as perdas;

  • Procure arranjar tempo para aprender e obter informações. Desta forma, você acaba conhecendo mais sobre riscos e oportunidades para investir;

  • Monitore sua carteira frequentemente. Pelo menos uma vez a cada trimester é bom dar uma olhada nos seus investimentos. Além disso, trace um plano de contenção caso sua carteira não esteja rendendo como o esperado.

E você? É trader ou um investidor? Ou um pouco dos dois? Conte para nós aqui nos comentários ou junte-se ao nosso grupo do Telegram! O Telegram funciona como o Whatsapp, mas de forma mais restrita. No nosso grupo, temos pessoas de vários lugares falando sobre o mesmo assunto: criptomoedas! Converse, dê sua opinião e tire suas dúvidas em tempo real, basta se juntar clicando aqui ou na imagem abaixo.

#investimento

0 visualização

CNPJ: 37.932.004/0001-18

Rua Conceição, 233, sala 916. Centro.

Campinas, São Paulo - Brasil

contato@aprendersobrebitcoin.com