Conhecendo a mineração de criptomoedas - parte I


Quem me acompanha aqui no site, com certeza já ouviu falar sobre mineração de Bitcoin e criptomoedas em geral, sobre o trabalho dos mineradores, taxas de mineração e etc. Isso gerou bastante dúvida, portanto, falarei um pouco mais sobre este assunto hoje! Indico primeiro de tudo, a leitura dos artigos abaixos:

A mineração não é um assunto fácil e mesmo sendo um post para iniciantes, é necessário ter alguma familiaridade com conteúdos que já falamos aqui no site. Além dos dois artigos indicados acima, também é uma boa conhecer o que é Bitcoin e o que é uma carteira. À partir desse novo texto, vocês irão conhecer alguns requisitos e componentes necessários para entrar nesse ramo tão falado de mineração de criptomoedas. Essa aqui é uma verdadeira aula de informática, pessoal! À princípio, vou dividir este tema em 2 partes. Hoje, o assunto será a tão famosa placa de vídeo, que é a GPU e sobre os gastos de energia a serem considerados antes de sair comprando equipamento pra minerar moedas.

Requisitos básicos para entrar para a mineração

  • Ter pelo menos um pouco de conhecimento em tecnologia e informática;

  • Ter paciência para ler, estudar - não é fácil minerar!;

  • Procurar informações sobre a moeda a ser minerada, pois cada uma possui suas particularidades de mineração;

  • Possuir um pouco de dinheiro para investimento.

Equipamentos necessários

GPU - Placa de vídeo

Vamos começar pela GPU - Graphic Process Unit, que é bem famosa quando falamos de mineração. Podemos dizer que a GPU é o coração da mineração e talvez, seja também a parte mais cara da sua mineradora. Mas você já deve ter ouvido falar disso, certo? Dos super computadores, sobre mineradoras e GPUs. Também já ouviu falar que "criptomoeda X não pode ser minerada em um computador comum". Traduzindo, é o seguinte: os computadores normais, usam a CPU, que são placas de vídeo "normais", ou chamadas de "padrão" ou "onboard". Geralmente, as CPUs não dão conta de uma boa mineração. Podem até minerar, mas não vão trazer um retorno satisfatório - algumas nem rodam a mineração! Abaixo, uma CPU normal, que tem a placa de vídeo padrão, ou seja, a maioria dos computadores. Se você ficou curioso pra saber do que estamos falando, é só abrir o gabinete do seu computador e você verá algo parecido com isso:

Geralmente, as criptomoedas são mineradas pela GPU do computador. Levando em consideração o custo/ benefício de minerar e receber as moedas como recompensa, é necessário ter uma ótima configuração da GPU e é aqui que entram os requisitos mencionados anteriormente. É preciso conhecimento técnico, mas se você não o tiver, é preciso muita vontade e paciência para pesquisar e aprender.

Hoje, o mais aconselhável para quem quer entrar afundo no ramo da mineração, é comprar as GPUs com 8 GB de memória, porém os custos dessas placas estão um pouco elevados devido a alta demanda de pessoas querendo montar uma mineradora.

De forma alternativa, podemos então escolher placas com 4 GB ou 3 GB de memória. As marcas e modelos variam muito, podendo ficar a escolha do minerador. Mas se você quiser ter pelo menos uma noção, pode encontrar boas GPUs das marcas NVIDIA ou AMD. Essas marcas têm diversos modelos de GPUs, então pode escolher entre a RX ou GEFORCE.

Como esse tipo de mineração é processada basicamente pela placa de vídeo, o restante da configuração do computador não precisa ser uma das melhores: é preciso apenas haver um bom desempenho auxiliar para a placa de vídeo.

Gastos a serem observados quanto a mineração

Quando falamos sobre custo x benefício, significa que se tornar um minerador te trará benefícios: receber moedas por validar transações em uma blockchain. Mas também haverão custos. Os custos são, basicamente estes:

  • Compra de peças, como a GPU, por exemplo;

  • Energia elétrica. Você poderá perceber um aumento significativo na conta de energia no final do mês!

Destes dois custos, o da energia elétrica é o que mais incomoda, pois a compra das peças será uma vez só. Mesmo que você parcele no cartão de crédito, é uma compra única. Isso se você fizer uma boa otimização e cuidar bem de sua mineradora. Agora, a energia elétrica vem todo mês! E acredite quando eu digo que a conta irá subir! A questão é: a moeda que você está minerando traz retorno o suficiente para pagar o custo das peças, da energia elétrica e ainda lhe dá algum lucro?

Mais pra frente, quando o assunto sobre mineração estiver mais tranquilo, pretendo explicar como descobrir qual a melhor moeda para minerar e/ou se vale a pena minerar criptomoeda “tal” ou não.

Os motivos que farão sua conta de energia elétrica aumentar, são:

  1. Você deverá deixar a mineradora ligada por muito tempo para compensar a mineração;

  2. Você só poderá utilizar o computador e a GPU pra isso, pois o fato de minerar trava todo o sistema, então se enquanto minera você quer usar o computador pra outros fins, deverá ser outra máquina ou notebook - isto é: a menos que seu super computador tenha um desempenho espetacular. Mas como estou fazendo apenas uma introdução à esta parte de mineração, é bom vocês saberem que isto pode acontecer;

  3. Seu sistema esquenta. Ah, se esquenta! Então é preciso um bom sistema de refrigeração pra evitar queimar seus equipamentos ou até mesmo evitar um incêndio (claro que isso apenas em situações mais críticas!). Um ventilador dedicado pra ajudar a resfriar a mineradora já ajuda, mas o melhor mesmo seria um bom ar condicionado para climatizar o ambiente e/ou um exaustor. E isso demanda o quê? Sim, energia elétrica!

É por isso que atualmente vemos moedas que não são mineráveis ou que até são, mas não através de super computadores. Hoje, estou falando da mineração PoW, que é a Proof of Work, onde uma GPU processa os cálculos e valida as transações na blockchain da moeda que está minerando.

Esta foi uma introdução sobre o coração da mineração e seu ponto mais fraco, que é o gasto e consumo de energia. No próximo post, contarei para vocês sobre os demais componentes necessários para iniciar uma mineração. Até lá, você pode tirar suas dúvidas no nosso fórum: o "Pergunte o que Quiser" ou se juntar ao grupo do Telegram, onde estamos sempre conversando, debatendo e tirando dúvidas sobre o mundo crypto. Clique aqui ou na imagem abaixo para vir conversar com a gente em tempo real! ;)

#mineração

1,158 visualizações

Escolha a forma de pagamento mais conveniente e clique no botão.

Esse curso via Skype serei só eu e você ao vivo, mas você está no comando. São 30 minutos onde você pode perguntar o que quiser. E eu vou responder! Como é que eu faço pa...
Pergunte o que quiser
30 min
R$150
BEM VINDO
COISAS
EXPLORE
  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • RSS - White Circle