e-Residency: tutorial e passo a passo de como conseguir sua identidade emitida pela Estônia


Queridos leitores, postei esses dias mesmo um post falando sobre como a Estônia está apostando e implementando a tecnologia Blockchain. Prova disso é a nação online que o país está criando através da entrega de e-Residencys. Por isso, hoje o post é para mostrar a vocês, como conseguir seu próprio cartão e participar de uma nação baseada em blockchain. Só que antes disso, sugiro a leitura dos artigos: “O que é Blockchain” e “Estônia: aposta e implementação na tecnologia Blockchain”.

Benefícios em ter um e-Residency

  • Trabalhar com uma empresa online;

  • Inicie sua própria empresa de forma online, de qualquer local do mundo;

  • Você poderá usufruir de serviços bancários e de pagamentos online, por exemplo, o PayPal;

  • Seja o único dono do seu estabelecimento, sem se preocupar em ter que ter um diretor local.

  • Gerenciar tudo remotamente;

  • Assine e faça autenticações de documentos onde quer que você esteja;

  • Esqueça de ficar escaneando e postando seus documentos. Sendo um e-Resident, é possível encriptar e enviar seus documentos de forma segura;

  • Declarar impostos é muito fácil e tudo online;

  • Não se importe com sua localização;

  • Continue operando sua empresa mesmo quando viaja, pois já que é tudo online, basta fazer o gerenciamento remoto;

  • Se você precisar se mudar por algum motivo, pra outra cidade, estado ou país, não precisará reestabelecer sua empresa;

  • Tenha mais tempo para focar na sua paixão, no seu negócio e não em papelada burocrática.

Qualquer pessoa pode conseguir um e-Residency?

Não. Embora a Estônia esteja de braços abertos convidando todas as pessoas a entrarem em sua nação virtual, é preciso possuir algumas características, como:

  • Ter um interesse aceitável em utilizar os serviços eletrônicos da Estônia, ou seja, você tem que justificar a importância de utilizar os serviços. Não basta querer o e-Residency só porque é maneirol;

  • Você não pode ser um estrangeiro vivendo na Estônia, nem ter uma permissão de viver no país, ou direito de residência;

  • Você também não pode ser um estrangeiro vivendo na Estônia devido a Lei de Cooperação Militar Internacional e também não pode possuir um cartão de identidade ou residência emitidos Polícia ou Guarda da Fronteira;

  • Vale dizer que todos os candidatos recebem verificações de antecedentes pela Polícia e Guarda da fronteira, visando garantir que a identidade digital é utilizada por uma pessoa legítima e com intenções honestas.

Como conseguir o e-Residency emitido pela Estônia?

É muito fácil emitir um requerimento do cartão e-Residency para a Estônia. É preciso, basicamente, enviar alguns documentos para aprovação, pagar algumas taxas e aguardar a chegada do seu cartão em um escritório de sua escolha, podendo ser um consulado, por exemplo. Tenha em mente que você terá que ir fisicamente pegar seu cartão e se não houver um local disponível em seu país, terá que ir buscar em outro país. Infelizmente, não há onde buscar o cartão aqui no Brasil, conforme o mapa abaixo. Mas você pode aproveitar uma viagem e ir até outro país resgatar seu e-Residency, por exemplo, nos EUA.

Siga nosso tutorial de como conseguir seu cartão e-Residency. É fácil, pois não tem muito segredo, entretanto, é bem trabalhoso, pois várias informações são solicitadas. Mas não se preocupe com isso, pois é só seguir nosso passo a passo que dá tudo certo! ;)

1. Documentos necessários

  • Uma cópia da identidade emitida pelo governo, no caso dos brasileiros, o RG. No caso dos portugueses, o cartão de cidadão.

  • Uma foto 3x4 no estilo que a gente tira para colocar no passaporte;

  • Motivo pelo qual você deseja seu e-Residency;

  • Escolha um cartão Visa ou Mastercard para pagar as taxas.

2. Preencha o formulário disponível nesta página, com todos os dados necessários:

  • “Type of apllication” - coloque a opção “First e-Residency application”, se for a primeira vez que você está fazendo a solicitação;

  • “Personal details” - aqui vai serão colocados seus dados pessoais, que devem ser digitados igualzinho ao que está no seu documento de identidade;

  • “Contact Information” - neste formulário, é preciso colocar suas informações de contato e endereço de residência.

  • “Identification details” - fique atento: aqui é necessário colocar os dados do cartão de identidade que você está usando para o requerimento e para ir buscar o e-Residency pessoalmente. Tem que ser o mesmo documento! Você vai apenas preencher o formulário com os dados do seu documento de identidade e fazer o upload de uma foto desse documento, frente e verso, no mesmo arquivo.

  • “Additional Information” - é uma área onde você escreve informações variadas que possam ser úteis na hora de conseguir seu e-Residency, como CV online, redes sociais, empresas que já esteve e se já houve algum tipo de crime ou restrições relacionadas a você ou empresas em que esteve;

  • “Reason for application” - nesta área você explica o porquê você quer seu e-Residency. Tem que colocar uma justificativa na aba suspensa, um pequeno texto descrevendo sua motivação e um documento que suporte sua afirmação. Detalhe: você pode submeter sua solicitação por ser um fã do projeto, mas capriche no motivo pelo qual você está buscando seu cartão! Para pessoas que trabalham por conta e precisam de um endereço para abrir sua empresa ou encontram dificuldades em conseguir abrir seu próprio negócio no Brasil ou no país em que se encontram, é uma ótima alternativa! Também é uma boa ideia para empresas que vão trabalhar de forma online em exchanges, com trading e inclusive, no lançamento de ICOs e etc, que são atividades bem mais voltadas a blockchain.

3. Depois disso, é só ler os termos de uso e marcar as caixas com informações e por fim, submeter seu formulário de solicitação.

4. Pague a taxa do e-Residency com um cartão Visa ou Mastercard. Esta taxa custa €100, o equivalente (hoje) a mais ou menos R$ 440.

5. Depois que você emitir sua solicitação, você receberá um e-mail confirmando o requerimento, então você vai precisar aguardar o período de aprovação, que demora de 30 a 60 dias;

6. A Polícia e a Guarda Fronteira também avaliarão sua documentação e motivação para conseguir o e-Residency. Tudo isso para garantir a segurança e confiabilidade do programa eletrônico da Estônia. Neste processo, algumas informações a mais podem ser solicitadas;

7. Depois que seu e-Residency for aprovado, você será notificado por e-mail e então você só terá que ir buscar seu cartão no local escolhido por você quando a solicitação foi emitida;

8. Para coletar seu cartão e-Residency:

  • É preciso levar o mesmo documento de identidade que você utilizou para fazer a solicitação, por exemplo o RG;

  • Será preciso fornecer suas digitais para o policial ou para o responsável do consulado onde você for buscar seu cartão;

  • E por fim, você receberá um kit do e-Residency, que contém seu cartão e claro, um leitor do cartão para conectar no computador.

Muito legal, não é? Para quais usos vocês acham que o e-Residency seria perfeito? Entre no grupo do Telegram e venha nos contar pra que você usará o seu cartão de identidade emitido pelo governo da Estônia. Clique aqui para se juntar a nós ou na imagem abaixo! ;)

#Paradigma

314 visualizações

Escolha a forma de pagamento mais conveniente e clique no botão.