980X90 (1).gif

CriptoHub - Exchange brasileira que promete variedade de moedas e taxas baixas


Olá, leitores do Aprender Sobre Bitcoin. Hoje o artigo é para falar sobre uma exchange brasileira que será lançada e que caprichou bastante no marketing! Se você está no mundo cripto, de certo viu em algum lugar um anúncio sobre a CriptoHub, inclusive, lá no grupo do Telegram também houve bastante comentário e é por isso que falaremos dela aqui hoje.

Só que antes, quero falar sobre uma oportunidade para vocês: o clube To The Moon. Quem me acompanha, sabe que este é um clube privado onde passo dicas de trading e deixo visível minha própria carteira de investimentos. Para fazer parte deste grupo, é necessário comprar uma assinatura que vale por seis meses, entretanto, acordei esses dias com um coração muito bem humorado e decidi liberar o acesso gratuito ao serviço - por tempo indeterminado. E você já deve estar ai se perguntando “Ai, Pedro, mas as criptomoedas estão caindo! O Bitcoin despencou! E mesmo assim dá pra ganhar dinheiro com cripto?SIM!

Do mesmo jeito que o valor de algumas caem, o de outras sobem e dá pra fazer um dinheiro sim, com objetivos de curto, médio e longo prazo. Então, se você curtiu, acesse gratuitamente o To The Moon e espalhe a oportunidade para os seus amigos também!

Agora vamos lá: CriptoHub. Muita gente tá sabendo dessa exchange que será lançada, pois a propaganda está grande, até nos anúncios do Instagram ela está aparecendo! A CriptoHub é brasileira, com foco - obviamente - no mercado brasileiro. Esse foco no Brasil acontece devido dados coletados e exibidos no próprio site da CriptoHub:

  • Os brasileiras transacionam cerca de 5 mil Bitcoins por dia;

  • Mensalmente, o Brasil está transacionando R$ 10 bilhões;

  • O país tem 200 milhões de habitantes, onde apenas 1,5 milhão investe em criptomoedas.

Não precisa ser nenhum tipo de expert para entender que o Brasil tem um potencial GIGANTESCO de crescimento neste mercado, afinal, de 200 milhões, só 1,5 milhão de pessoas transacionam criptomoedas. E mesmo assim, estão girando 10 bilhões de reais por mês! Imagina ter uma exchange com alta liquidez, boa variedade de moedas e capacidade de expandir o mercado cripto no país? É isso que a CriptoHub quer fazer, sendo responsável por 40% do mercado brasileiro e prometendo ser a melhor exchange da nação!

Diferenciais da exchange CriptoHub

  • Variedade de moedas e tokens - segundo a CriptoHub, a exchange trará uma boa variedade de tokens e com mais opções de pares de trocas, entretanto, não foi possível encontrar quais moedas e pares serão esses;

  • Serviços financeiros - serviço de pagamentos para e-commerce e um cartão de crédito pré pago para que os usuários possam fazer pagamentos em criptomoedas;

  • Máxima liquidez - a intenção da CriptoHub é oferecer pedidos com a máxima liquidez. Para isso, o livro das ordens da CriptoHub foi integrado em parceria com outras exchanges do mundo, ou seja, se faltasse moeda para fazer a troca, outra exchange faria a ponte, não deixando os usuários na mão;

  • Verificação de perfil - sabe aquela parte mais chata de ter que ficar mandando seus documentos pra abrir conta na exchange? Então, a CriptoHub vai ter também, só que dizem que será de forma melhorada: haverá um sistema automático para validar os documentos e também haverá uma equipe especializada para analisar de forma humana as possíveis ameaças de fraude, falsificações e antecedentes criminais. Tudo isso com aprovação mais rápida para o usuário poder usar logo a plataforma;

  • Estabilidade - sabe aquele dia que chove e a Internet para ou quando tem tanta gente acessando um site e ele acaba caindo? Este cenário será raríssimo na CriptoHub, pois a promessa é de 99,9% do tempo em atividade.

Segurança da CriptoHub

Com a crescente adesão e desenvolvimento do mercado cripto, os ataques também têm crescido e as formas de hackear uma exchange tem aumentado. Pensando nisso, a CriptoHub decidiu fazer reforços em sua plataforma, onde podemos citar mais superficialmente, sobre:

  • Cold Wallet - a carteira da exchange possui uma execução automática que transfere seus fundos para uma wallet off-line multi assinaturas, protegendo os ativos digitais de qualquer ataque. E mesmo que um hacker conseguisse entrar na rede, apenas a minoria das criptomoedas seriam perdidas, já que o restante foi armazenado de forma off-line.

Veja aqui o que é uma carteira;

O que é uma hot wallet;

O que é uma hardware wallet (ou cold wallet).

  • Segurança reforçada - a CriptoHub está desenvolvendo sua exchange utilizando criptografia de dados completa, usando também frameworks super atuais que acabam mitigando os riscos de vazamento de dados. A rede passará também por uma espécie de auditoria quanto a segurança cibernética.

  • Autenticação em não apenas 2, mas 3 fatores (se o usuário quiser, é claro) - autenticação em 2 fatores já contribui para manter segura a conta em uma exchange, mas se o usuário quiser, ele pode colocar métodos adicionais de segurança para se certificar de que seus ativos estão bem seguros na plataforma. Entretanto, dou minha opinião mais uma vez: mesmo que seja autenticação em 10 fatores: lugar de criptomoeda e tokens é na sua carteira, não na carteira de exchange nenhuma! Essa sim é a forma mais segura de guardar seus ativos.

Comparações entre a CriptoHub x Negocie Coins x FoxBit x Mercado Bitcoin

Esta é uma tabela extraída do próprio site da CriptoHub, com a informação que eles disponibilizaram, eu não conferi nenhum dos valores registrados abaixo. Para uma melhor investigação, fiquem à vontade para desenvolver sua própria pesquisa sobre as taxas no Brasil - e aproveite para compartilhar com a gente lá no grupo do Telegram, é claro!

A ICO da CriptoHub

O projeto da CriptoHub ainda está na fase da ICO, se você não sabe o que é isso, sugiro a leitura do artigo: entendendo token, criptomoeda e ICO. No momento em que escrevo este artigo, os tokens com a tecnologia ERC20 desta rede, os CHBR, estão sendo vendidos com 25% de desconto. Caso haja interesse em comprá-los, você pode contribuir clicando aqui, onde será necessário um breve cadastro e depois, a aquisição dos tokens. A sua contribuição para a ICO pode ser feita em BTC, ETH, XRP, BCH, DASH, LTC e algumas outras criptomoedas, ou seja, uma boa variedade de moedas logo no início da exchange. Vale dizer que por enquanto, 1 CHBR vale 0,0005 ETH.

As pessoas que tiverem o token CHBR em hold, receberão também alguns benefícios dentro da plataforma, incluindo descontos nas transações. Esse desconto é proporcional a quantidade de CHBR na carteira, então quanto mais moedas o usuário tiver, ele pode chegar em descontos de 90%. Além disso, haverá muito mais possibilidade de troca entre moedas fazendo par com o token da própria exchange.

Acredito que se a CriptoHub cumprir tudo o que o projeto engloba, quem utiliza exchange aqui no Brasil vai se beneficiar muito! Ainda mais com o uso da moeda local, o Real e a possibilidade de utilizar um cartão de crédito pré pago para usar de verdade as criptomoedas em compras. Tendo uma exchange com boa variedade de moedas e alta liquidez também vai gerar concorrência, fazendo com que as outras plataformas tentem buscar melhores taxas e operabilidade, trazendo ainda mais variedade de ativos digitais e conquistando cada vez mais mercado, até que a palavra ”criptomoeda” se torne algo mais comum que o McDonalds. Uma coisa é fato e concordo plenamente com a CriptoHub: o Brasil é um país ainda em expansão neste mercado, há muito para ser desenvolvido ainda e o momento é agora. Aviso: a ICO da CriptoHub logo acabara e se você não quer perder a oportunidade, dá um pulo lá no site!

Comente este artigo no nosso grupo do Telegram. Você acha uma boa o projeto da CriptoHub? Acredita que trará benefícios para o mercado de criptomoedas brasileiro? Junte-se a nós, clicando aqui ou na imagem abaixo.

#exchange #ICOs

195 visualizações
Green Coin Br Investin.jpg
  • Instagram ícone social
  • TELEGRAM
  • Facebook
  • Twitter

CNPJ: 37.932.004/0001-18

Rua Conceição, 233, sala 916. Centro.

Campinas, São Paulo - Brasil

contato@aprendersobrebitcoin.com