O que é e para que serve uma pool de mineração? Tutorial para iniciantes.


Amigos, recentemente publiquei um artigo sobre o que é a função hash na mineração de Bitcoin, e recomendo a leitura desse artigo antes de ler o post de hoje. Digo isso porque lá eu explico algumas coisas sobre mineração e explico o porquê é tão difícil minerar Bitcoins, e qual a importância dessa dificuldade. Aliás, uma pool de mineração só existe porque é trabalhoso demais minerar moedas sozinho. Então dê uma lida nesses artigos antes de continuar:

O que é uma pool de mineração?

Do inglês, pool significa “piscina” e é um local onde vários mineradores juntam suas forças para minerar moedas. No post da função Hash, eu comentei sobre as fazendas de mineração, que são pessoas com muito dinheiro que se instalam em um lugar onde a energia elétrica é barata e põe um monte de supercomputadores interligados para minerarem Bitcoin ou outras altcoins. Existem diversas dessas fazendas trabalhando em várias blockchains diferentes, mas a do Bitcoin já virou “moda”, afinal, uma única moeda vale muito dinheiro. Fica então praticamente impossível competir com essas fazendas se você não tiver sua fazenda também, afinal, um computador normal com algumas GPUs jamais serão o suficiente para bater o poder de hashing das grandes mineradoras.

“Ai Pedro, mas eu quero minerar Bitcoins! Não tem nada o que eu possa fazer? ”. Tem, claro que tem! Você pode entrar em uma pool com vários outros mineradores. Lembrem-se que isso não vale apenas para o Bitcoin, ok? Estou usando esta moeda como exemplo porque é uma das minerações mais difíceis de ganhar recompensas.

Existem dois tipos de pools: a Pool Única e a Multi Pool. Como o próprio nome diz, a Pool Única irá buscar apenas uma criptomoeda. Então todo mundo se reúne pra conseguir aquela recompensa específica. A Multi Pool já é uma seleção de criptomoedas diferentes, onde o prêmio é dividido proporcionalmente a todos os participantes daquela piscina.

Como funciona uma pool de mineração?

Igual uma loteria ou um bolão, sabe? Se você joga na mega-sena sozinho em uma aposta de R$ 200 milhões, é muito improvável que você ganhe, mas se ganhar, ganhará todo o dinheiro sozinho, só para você! A probabilidade de ganhar uma única vez é bem baixa, imagina ganhar mais de uma vez? Quase impossível! Então se você minera Bitcoins sozinho, será muito difícil minerar um bloco e ganhar lá seus 12,5 BTC, a menos que você tenha uma fazenda, mas continuará sendo difícil do mesmo jeito, só que mais rápido.

Por outro lado, imagine apostar na mega-sena num bolão de 500 pessoas, cada uma fazendo um jogo diferente. A chance de ganhar se torna bem maior e a probabilidade de ganhar de novo não é tão remota, afinal, são 500 números sendo sorteados! O único problema é que na hora que o prêmio sair, os R$ 200 milhões serão divididos por todos os participantes do bolão, ou seja, cada um leva R$ 400.000 ao invés de R$ 200 milhões.

A pool é basicamente essa metáfora do bolão! Se você não consegue um poder de mineração superior ao que a maioria das pessoas utilizam pra minerar determinada moeda, junte suas forças com outro minerador, que junta com outro e com outro, afinal, a união faz a força! Assim, você terá mais resultado em grupo, do que sozinho.

Como são distribuídas as recompensas em uma pool de mineração?

“Pedro, mas então quanto mais pessoas a pool tiver, mais recompensas eu recebo?”. Não! Não funciona desta forma. Não é porque a pool é a recordista em número de mineradores, que só ela conseguirá minerar os blocos. Tem várias pools diferentes, várias mineradoras caseiras com um alto poder de hashing e as fazendas. Um dia é sua pool que consegue, no outro, é uma fazenda, no outro é o minerador solitário e assim por diante. Às vezes, em poucas horas a máquina já consegue executar a função hash e às vezes, demora dias. E enquanto esses dias passam, outros supercomputadores estão minerando também.

Outra coisa importante é que as recompensas são distribuídas proporcionalmente entre os mineradores. Ou seja, se tem lá um minerador com 2 computadores e 12 GPUs bem equipado, é claro que sua máquina irá ter mais velocidade para executar os cálculos do que um usuário com 1 computador e 3 GPUs. Consequentemente, o minerador com maior poder de mineração irá receber mais, pois a divisão é feita de acordo com o esforço de cada um. Se você não faz ideia do que é uma GPU, há um tempo atrás eu fiz dois textos com uma parte mais técnica sobre mineração, onde explico os principais componentes de uma mineradora e para que servem cada um. Você confere essas informações nos artigos abaixo:

Vale lembrar que antes de tudo, você precisa ter uma wallet da criptomoeda que pretende minerar. Então se você quer Bitcoin, precisa de uma carteira que aceite BTC. Para Ethereum, carteira para ETH e assim por diante. Você só precisará colocar o endereço lá na pool e deixar sua mineradora rodando. As recompensas vão sendo enviadas automaticamente para sua carteira. Se quiser saber mais sobre wallets, confira os posts:

Esse post foi feito exclusivamente para o pessoal do Telegram que me pediu mais conteúdo sobre pools de mineração. Claro que ainda é só uma introdução para iniciantes, mas pretendo ir colocando mais artigos como este, aumentando o nível de complexidade, assim, todos poderão minerar criptomoedas nas pools. E o que você fará com as criptos que minerar? Que tal fazer um trading pra conseguir lucros em curto, médio e longo prazo? Dá um pulo lá no Clube To The Moon, que é onde eu coloco os trades que eu faço para mim mesmo, tem até minha carteira disponível lá para vocês darem uma olhada! O serviço era pago, então abri por algum tempo gratuitamente para que vocês conheçam como o trade funciona!

Se você ficou com algum dúvida, venha me chamar lá no grupo do Telegram, onde estamos sempre debatendo tudo o que for relacionado ao mundo cripto. Junte-se a nós clicando aqui ou na imagem abaixo ;)

#mineração

733 visualizações

Escolha a forma de pagamento mais conveniente e clique no botão.