Silk Road - Parte II: A queda

Atualizado: 31 de Dez de 2019


Bom dia, queridos amigos do Aprender Sobre Bitcoin! Hoje continuo a história sobre a Silk Road e como foi que esse esquema - considerado o maior tráfico de drogas pela Internet - teve seu fim. O título do post ficou dramático propositalmente, parecendo capítulo de livro ou episódio de novela. Mas se você parar para pensar, esse conto dá mesmo um livro, uma série e um filme, principalmente devido às reviravoltas inacreditáveis que essa história começa a dar até chegar na queda. Se você não leu a primeira parte, leia agora aqui: Por que o Bitcoin tem fama se der utilizado para o tráfico de drogas? Entenda seu envolvimento na Silk Road e na Deep Web.

Dois anos após a consolidação da Silk Road, o site já possuía mais de 1 milhão de clientes gastando seus Bitcoins e é claro que o e-commerce sempre ficava com sua fatia de comissão. Devido a alta volatilidade do preço do Bitcoin em Dólares americanos, é difícil saber quanto dinheiro a plataforma conseguiu arrecadar, mas estima-se que foram milhões de dólares. Neste cenário, é óbvio que Ulbricht não daria conta de tudo sozinho, então começou a procurar funcionários para seu site.

“Temos vagas para site de contrabando”

Claro que Ross Ulbricht não iria fazer um anúncio em um jornal ou na Internet, não tinha como. Então ele decidiu fazer uma seleção bem de perto, ele mesmo seria o recrutador. Foi assim que ele encontrou Curtis Green, um usuário da Silk Road que sofria com dor crônica. Ele tinha um fórum dentro da plataforma onde os clientes conversavam sobre tópicos relacionados à medicina. Ulbricht, mantendo sempre seu anonimato, conhecia a identidade de Green e então ofereceu-lhe uma vaga de administrador na loja virtual - e é claro que ele aceitou. Guardem essa informação que já volto aqui neste ponto.

Como a Silk Road funcionava?

A Silk Road funcionava de um jeito muito, mas muito simples! É tão fácil que eu desenhei para vocês verem o fluxo simples das transações.

O começo do fim

Em um dia maravilhoso ganhando mais alguns milhões em Bitcoins, o Sr. Ulbricht recebe uma mensagem no fórum do Reddit de um cliente dizendo que havia algum problema com o TOR, fazendo com que os IPs verdadeiros fossem exibidos. Antes que pudesse consertar a falha, o FBI foi mais rápido aproveitou a brecha para rastrear o servidor da Silk Road… na Islândia!! As autoridades pegaram então um vôo até o local onde o servidor estava e fizeram uma cópia de todo o disco rígido e enquanto isso, Ross não suspeitava de nada! Não era possível descobrir quem havia alugado o servidor, nem quem era o dono de todas aquelas informações, por isso o FBI manteve o site rodando.

Enquanto isso, na administração da Silk Road…

Lembra do Curtis Green? O funcionário com dores crônicas que o Ulbricht tinha contratado? Então, esse cara ai era gerente de atendimento aos clientes da Silk Road e começou a atender um usuário que na verdade era um agente da DEA (Administração de Repressão às Drogas) e aí o negócio ficou ruim mesmo. Acontece que esse agente disfarçado conseguiu prender o Green e… Ross Ulbricht ficou em choque! Sabe o que ele preferiu fazer?

Matar o Curtis Green! (Pelo menos é o que contam os jornais).

Ele pediu para que esse cliente (na verdade o agente da DEA) matasse o Green por dinheiro, o que foi uma ótima deixa para as autoridades pregarem uma peça: para ganhar a confiança de Ross, esse agente fez um acordo com Curtis Green que filmaria uma simulação de seu assassinato e então enviaria para Ulbricht, que ficou aliviado! Que evolução, não? De libertador político à assassino com apenas algumas mensagens dentro do TOR!

Como Ross Ulbricht foi pego?

Foi pego em flagrante! Olha essa estória: um oficial começou a procurar quem foi a primeira pessoa a falar sobre a Silk Road na Internet, assumindo que essa pessoa poderia ser ou conhecer o inventor da plataforma. Essa autoridade procurou o primeiro comentário sobre a Silk Road e depois fez uma pesquisa de todos os posts daquele mesmo usuário, chegando ao e-mail: rossulbricht@gmail.com. Depois disso, a vigia em cima de Ross foi pesada e aí as autoridades notaram que sempre que Ulbricht abria seu notebook, Dread Pirate Roberts ficava online na Silk Road. Lembrando que Dread Pirate Roberts é o nome de usuário que o dono da plataforma usava para proteger sua identidade.

Paralelamente, um outro agente se disfarçou de usuário da Silk Road e conseguiu começar a trabalhar na plataforma usando o pseudônimo “Cirrus”. Como o FBI já estava de olho nos passos de Ross Ulbricht, os agentes o perseguiam em todos os lugares que ele ia, analisando o que ele fazia e onde fazia. Então em um dia, Ross entrou em uma biblioteca pública para atender um chamado de “Cirrus”, que fingiu que havia algum problema na rede da Silk Road e pediu para Ross logar e tentar arrumar. Tudo isso aconteceu por uma conversa anônima no chat da TOR e com o FBI olhando Ulbricht na biblioteca. Assim que Dread Pirate Roberts ficou online no site e falando com Cirrus, os agentes pegaram Ulbricht de surpresa e tomaram seu notebook. A página da Silk Road estava aberta no dispositivo, não só na página da Silk Road, mas também com a janela de chat com “Cirrus” aberta. E foi assim que em 2013, o cyber criminoso milionário foi preso e condenado à prisão perpétua.

Sem dúvidas Ross Ulbricht conseguiu muitos admiradores e seguidores, talvez devido a sua inteligência, astúcia ou por sua filosofia de querer fazer um "mundo melhor". Sem contar seus inúmeros clientes que adoravam poder comprar drogas pela Internet e recebê-las pelo correio. O site fez tanto sucesso que após o encerramento da Silk Road, outro site foi criado como Silk Road 2.0 (e fechado posteriormente). Como se não bastasse, teve o Silk Road Reloaded (também banido). E existem diversas campanhas na Internet à favor da soltura de Ross Ulbricht.

Você acha que Ross Ulbricht foi um vilão ou apenas alguém que queria criar um comércio livre onde as pessoas pudessem fazer suas compras sem a interferência (e impostos, muitos impostos) do Governo? Venha conversar com a gente sobre sua opinião lá no grupo do Telegram. Se você ainda não faz parte desse grupo, junte-se a nós clicando aqui ou na imagem abaixo! ;)

#Paradigma

36 visualizações

Escolha a forma de pagamento mais conveniente e clique no botão.

Esse curso via Skype serei só eu e você ao vivo, mas você está no comando. São 30 minutos onde você pode perguntar o que quiser. E eu vou responder! Como é que eu faço pa...
Pergunte o que quiser
30 min
R$150
BEM VINDO
COISAS
EXPLORE
  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • RSS - White Circle