980X90 (1).gif
  • Jéssica Gonçalves

Iniciante em criptomoeda: comece por aqui! Parte III

Saudações, querido(a) leitor(a)!

Prometi a terceira parte para quinta-feira e aqui está ela, saindo fresquinha. Para quem caiu aqui neste post de para-quedas, antes de continuar, você tem que ler a parte 1 e 2:

Se você for ver bem, essa série de artigos - que na verdade eu tô chamando de "Guia para Iniciantes em Criptomoedas" tá virando quase um minicurso, rs.


Só para nos situarmos, na PARTE 2, eu falei bastantão sobre Blockchain e comecei a parte da mineração, então vamos dar sequência no assunto.



Mineração


Então, lembra que eu falei que todo aquele trabalho de ficar registrando as transações na Blockchain não é feito de graça? Quem fica tendo todo esse trabalho são os mineradores. E aqui começa um assunto bem mais técnico e que vai embolar com o assunto de Blockchain e tal. Então ajeita o óculos, pega uma caneca de café e vem comigo! E se na Parte 1 deste Guia ou na Parte 2 você não leu o artigo que eu vou sugerir, a hora é agora, sem escapar:

Comentei que a Blockchain é uma cadeia de blocos, cada bloco ligado ao bloco anterior e ao bloco posterior, como um elo de corrente.

E também falamos que a Blockchain é o livro-razão de toda a rede do Bitcoin (ou de qualquer outra criptomoeda que seja criada em uma Blockchain). Então vamos dizer que as páginas deste livro-razão, cujas linhas são preenchidas uma a uma, são os blocos, que possuem transações registradas uma a uma.


O responsável por adicionar uma nova "folha"nesse livro, é o minerador. Só que ele não faz isso com uma caneta e papel: mas com um super mega blaster hiper computador. No início, alguns mineradores até podem ter conseguido minerar com uma CPU. Mas depois o negócio teve que subir de level para as GPUs e hoje, nem elas dão conta mais!

"Eu ouvi dizer que o primeiro homem minerou com CPUs"

Amigas, mas quem disse que foi um homem, né? Ninguém sabe se foi homem, mulher, casal, um grupo de desenvolvedores, etc.


Bom, mas como faz para minerar?

Na verdade quem minera é a máquina, né. Mas vou tentar explicar da forma mais simples possível: a mineração é uma corrida de computadores resolvendo cálculos matemáticos.


"Cálculos matemáticos?"

É, algorítimos, linguagem de programação, criptografia, tudo isso tem a ver com matemática. É aí que a gente precisa de um computador fodão pra ficar resolvendo esses cálculos.

O computador que conseguir validar primeiro uma transação através das continhas (rsrs) e anexar um novo bloco à Blockchain (ou que "descobriu" um novo bloco), ganha uma recompensa em Bitcoins. E é assim que se ganha dinheiro (porque Bitcoin vale dinheiro, certo?) com mineração de Bitcoins! Ufa!



Recompensa na mineração de Bitcoins - prêmio por minerar Bitcoin


Esses Bitcoins que a gente recebe por mineração, são chamados de "recompensas", "prêmios", "pagamento".

Cada Blockchain (ou rede) tem seu próprio pagamento. Por exemplo, na rede da Ethereum (segunda criptomoeda mais forte e consolidada), na mineração você receberá Ethereuns. Na rede da Electroneum, você receberá Electroneuns e assim por diante.

Só que vale dizer que existem criptomoedas que não são mineráveis, pois sua Blockchain não foi projetada para isso, sabia? Essas altcoins já vêm com uma quantidade disponível de criptomoedas já mineradas e portanto, não conseguiremos minerá-las.


"Ué, mas daí quem é que valida as transações na Blockchain? Ou ninguém valida nada por lá? Ou os mineradores trabalham de graça mesmo?"


Então, é aqui que entra outro tipo de mineração. Essa mineração convencional que falamos até agora é a do tipo PoW (Proof of Work) e no artigo abaixo, eu explico também o outro tipo (existem mais tipos atualmente) que é a PoS:

Para saber quando uma moeda é minerável ou não, uma maneira bem fácil é através do Coinmarketcap. Veja no ranking, na coluna "Fornecimento circulante" que algumas criptomoedas possuem um asterisco (*). Todas as altcoins com esse asterisco, significa que não são mineráveis.

Ainda sobre essas recompensas por mineração de criptomoedas, tem um grande pulo do gato: a Blockchain do Bitcoin foi desenhada para ir diminuindo os prêmios com o decorrer dos blocos minerados. E isso aumenta o valor do Bitcoin devido a oferta e demanda. No entanto, sobre isso eu falo aqui neste post, que vale muito a pena ler:

E para você, querido(a) leitor(a) que deseja conhecer mais sobre a mineração de criptomoedas, eu recomendo os artigos abaixo.

O que devo fazer para começar a mineração de criptomoedas?


Assunto polêmico!

Mas vou expressar a minha opinião pessoal aqui como a redatora Jéssica, que não reflete, necessariamente o pensamento da empresa Aprender Sobre Bitcoin:


Não vale a pena! A menos que:

  • Você tenha um conhecimento técnico impecável, tipo um gênio mesmo que consiga configurar sua mineradora, comprar os equipamentos certos, com melhor custo benefício e etc;

  • Você tenha muito dinheiro para investir em peças de última geração - várias! Se você leu os artigos que mencionei acima, saiba que hoje em dia nem a GPU tá dando conta não, viu? Hoje já é uma tal de antiminer que eu nem me dei o trabalho de testar!

  • Sua energia elétrica seja ilimitada e gratuita. Porque só o que você vai gastar de energia elétrica pra sua mineradora... amigo(a)... sua mineração tem que valer muito a pena para cobrir seu investimento, pagar sua conta de energia e ainda te dar um lucro;

  • Ah! E só pra constar: um ar condicionado super potente na sala em que sua mineradora vai ficar, porque aquilo esquenta que nem um inferninho (e dinheiro pra pagar o ar condicionado, instalação e consumo de energia dele);

  • E um extintor de incêndio classe C bem grandão. Porque vai que dá ruim e pega fogo em tudo, né?

E só mais um detalhe: como eu disse lá em cima, quando duas máquinas entram em conflito pelo mesmo bloco, ganha aquela com maior poder computacional. Então se você for considerar que existem fazendas de mineração e o Halving que aconteceu em Maio desse ano, é sério: dificilmente vai valer a pena.


Agora, se você quiser experimentar para ter conhecimento, ver como é ou se você tem todos os requisitos que eu mencionei acima, mete o loco! Minera mesmo e me manda uma mensagem para dizer que está dando certo e dar dicas para outros mineradores!


Logo tem a parte 4 deste guia, onde vou falar sobre wallets e exchanges! Fiquem espertos nas redes sociais que vai rolar umas novidades também!!

Um abracinho sem aglomerations em todos vocês, BBs do meu coração! ♥


JG

85 visualizações
Green Coin Br Investin.jpg
  • Instagram ícone social
  • TELEGRAM
  • Facebook
  • Twitter

CNPJ: 37.932.004/0001-18

Rua Conceição, 233, sala 916. Centro.

Campinas, São Paulo - Brasil

contato@aprendersobrebitcoin.com